Hastes flexíveis no canal auditivo podem ocasionar lesões graves como a perfuração da membrana do tímpano e fratura de pequenos ossos

 

Limpar os ouvidos com hastes flexíveis (popularmente conhecidas como cotonetes), ato que parece inofensivo à primeira vista, pode causar diversas lesões, até mesmo a perda da audição. Isso acontece porque os canais auditivos são estruturas anatômicas e seu formato nos impede de ver o que estamos fazendo durante a limpeza.


O otorrinolaringologista do Hospital Le Forte, Jamal Azzam, alerta que o mau uso do produto pode causar até mesmo fraturas nos ossos. “Com o cotonete podemos causar desde um machucado na pele do canal do ouvido, até perfuração da membrana do tímpano ou fraturas nos ossinhos do ouvido: martelo, bigorna e estribo”, diz.

 

As lesões no canal auditivo podem gerar dor, sangramento, audição abafada e zumbido ou chiado no ouvido, de acordo com Azzam. Além disso, os ferimentos podem trazer sequelas como a surdez. Segundo ele, a perda de audição é causada, entre outros fatores, por problemas no ouvido médio, como a perfuração da membrana do tímpano. Normalmente o organismo consegue reconstituir a membrana em até 60 dias, mas se isso não acontece, é necessária uma intervenção cirúrgica e as chances de o dano ser definitivo são grandes, complementa.


“Tive um caso inusitado no qual o pai de uma criança de três anos estava deitado dormindo quando ela pegou o cotonete e enfiou dentro do ouvido dele, perfurando a membrana”, conta o médico. Neste caso, o homem ficou parcialmente surdo e precisou ser operado para que sua audição voltasse ao normal.


A cirurgia é indicada nos casos mais graves, mas o otorrinolaringologista pode prescrever antibióticos para o tratamento quando a lesão é mais branda. Para evitar essas complicações, Azzam ensina qual a forma correta para higienizar os ouvidos e orelhas. “O método correto é não introduzir nada além da entrada do canal auditivo. Somente colocar um pedaço de pano ou papel higiênico no dedo e passar por fora, até a entrada do ouvido”.

Soluções eficientes
Um dos motivos que levam ao uso indevido das hastes flexíveis é a sensação de acúmulo de cera no canal auditivo. O principal sintoma é a audição tampada e, nestes casos, o especialista indica uma consulta médica. “A única forma que existe é uma avaliação médica com otorrinolaringologista para que possa ser detectado se o problema é a cera e, se for, só o medico pode retirar”, alerta.

A coceira, em pacientes com alergia, também pode causar o uso indevido. Uma solução neste caso é limpar o local com óleo de amêndoas, mas, se o sintoma for recorrente, deve-se procurar um otorrinolaringologista. Se cair água dentro do canal auditivo, o médico indica aguardar de um dia para o outro, pois “a água normalmente evapora nesse período, desentupindo o canal”. Se isso não acontecer, é necessário recorrer ao médico.

“Receitas das avós”
É importante tomar bastante cuidado com as receitas caseiras para aliviar dor, desentupir e limpar o ouvido. Azzam afirma que colocar algodão com azeite ou pingar álcool dentro dos ouvidos não são procedimentos corretos. Entretanto, para aliviar a dor, nossas avós acertavam quando esquentavam um pano seco e colocavam na região das orelhas.

 

Fonte: Viva Bem Band

Fale Conosco

Mande suas dúvidas e sugestões para nós!

Enviar