Especialista reprova o hábito de higienizar os ouvidos

(Foto: Getty Images)

Usar cotonete para limpar os ouvidos é um consenso, no entanto, talvez esta não seja a melhor forma de higienizar a região. A razão é que o papel da cera de ouvido é justamente proteger a área. “O propósito da cera é manter o canal do ouvido limpo”, explica Douglas Backous, da American Academy of Otolaryngology-Head and Neck Surgery. As informações são do site do jornal Huffington Post.
 

Ao mesmo tempo em que mantém o tímpano limpo, a cera também tem propriedades antibacterianas. Além disso, as orelhas praticamente se higienizam sozinhas, já que, a cada vez que você movimenta a mandíbula, a cera seca e “velha” é removida automaticamente do ouvido. O problema acontece quando pensamos que somos mais espertos do que o sistema do nosso corpo. Apesar de o cotonete parecer fino o suficiente, ele na verdade empurra a cera para dentro da orelha. A cera presa neste local atrai fungos, bactérias e vírus acumulados fora da orelha, conduzindo a infecções, explica Backous.
 

Além disso, o ato de empurrar a cera para dentro pode bloquear o canal, levando à perda de audição, dor ou a uma ruptura do tímpano. Todo ano, 12 milhões de americanos procuram médicos por impactos do excesso de cera e uma média de 8 milhões de procedimentos para remoção são realizados. Os ouvidos só precisam ser limpos se surgirem alterações na audição, que poderiam estar relacionadas ao acúmulo de cera. O especialista avisa ainda que, quanto mais você limpaa a região, mais libera histamina, que deixa a pele irritada e inflamada.

 

Para aqueles que não conseguem abandonar o hábito, o especialista recomenda uma espécie de “irrigação” caseira. Algumas gotas em cada ouvido de uma mistura de vinagre branco, álcool isopropílico e água de torneira podem ajudar.
 

Fonte: Jornal Pequeno

Fale Conosco

Mande suas dúvidas e sugestões para nós!

Enviar