Fabricantes de eletrodomésticos deverão reduzir ruído

 

A partir do dia 20 de fevereiro de 2014, os fabricantes de liquidificadores, aspiradores de pó e secadores de cabelo terão que se adequar a nova rega do programa nacional de educação e controle de poluição sonora e silêncio e diminuir o nível de ruídos dos aparelhos. A iniciativa é uma parceria do programa brasileiro de etiquetagem do instituto nacional de metrologia, qualidade e tecnologia (INMETRO) e do instituto brasileiro do meio ambiente e dos recursos naturais renováveis (IBAMA). O objetivo do projeto é combater o barulho emitido pelos eletrodomésticos do país.

 

Os eletrodomésticos, nacionais ou importados, terão o selo ruído que deve estar visível ao consumidor, o selo terá a marca do INMETRO e do IBAMA e deve ser colado no produto ou em sua embalagem para informar ao consumidor a potência sonora dos aparelhos, para que o consumidor possa escolher na hora da compra o produto que tenha o menor nível de potência sonora.


A determinação dos níveis de ruído gerado por máquinas e eletrodomésticos é uma das necessidades básicas quando se deseja proporcionar conforto acústico em ambientes de trabalho, de lazer ou de descanso. Em ambientes de trabalho, estas condições devem ser analisadas conforme as normas vigentes, como NR15, ACGH e OSHA, que estabelecem os procedimentos e critérios para a avaliação das condições de exposição do trabalhador ao ruído. Em ambientes de descanso, as análises devem ser feitas com base na NBR 10152.

Fonte: IPT – Instituto de Pesquisa Tecnológicas

Fale Conosco

Mande suas dúvidas e sugestões para nós!

Enviar